alicerce

quarta-feira, 18 de maio de 2011

incerteza

Não sei o que se passa contigo. A verdade é que nem sempre te trato como devia e o nosso relacionamento torna-se uma onda. Que vai e vem, sem avisar. Começa pequenina até que quando damos conta, já está sobre os nossos pequenos pés. Vivemos assim, na incerteza. Com receio que um dia essa onda decida formar-se e que nem de pequenina, a possamos acalmar.
É incondicional a forma como decidimos mudar tudo num segundo. Mas essa incerteza irrita-me solenemente. A tua alta voz que se assume aos ruídos que permanecem no nosso lar. Talvez seja o teu modo de mudar o que sentes, exibindo algo com que sabes ligar. És assim, e eu também.
Mas não vou deixar isto assim, por muito mais tempo.

1 comentário :

  1. sim. estou a ver que o mau-humor em tua casa está no auge. vou sair. amo-te

    ResponderEliminar